Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt

 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
Outubro 2021


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Apresentação do livro “Uma Noite Mágica”, na Biblioteca Municipal

2012-12-17
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Menina de 9 anos, com laços a Mortágua, ilustrou livro e médica do IPO escreveu a história.

A sala Infanto-Juvenil da Biblioteca Municipal foi pequena para todos os que quiseram assistir à apresentação do livro “Uma Noite Mágica", que decorreu no passado dia 15. Mais de uma centena de pessoas marcaram presença neste evento, que para além da divulgação da obra tinha ainda fins solidários.

“Uma Noite Mágica” é um livro a duas mãos, foi escrito por uma médica do IPO do Porto, Helena Homem de Melo, e ilustrado pela Francisca Gouveia Braz, hoje com 9 anos. A Francisca tem laços familiares a Mortágua, mas reside em São João da Madeira.

Aos 7 anos de idade, foi diagnosticada à Francisca uma doença grave, que obrigou a internamento no Instituto Português de Oncologia do Porto. A menina passou quatro meses num pequeno quarto de hospital, isolada do mundo, lutando contra a doença.

Antes da apresentação formal do livro, o Vereador da Cultura Dr. Ricardo Pardal, deu a as boas vindas à Francisca e à Dra. Helena Homem de Melo e agradeceu a forma calorosa e extraordinária como os mortaguenses aderiram ao evento, mostrando toda a sua solidariedade.

Seguiu-se uma representação teatral da história “Uma Noite Mágica”, que esteve a cargo do grupo de teatro “Palkimaginação”, da Escola Secundária de Mortágua. O Coral Juvenil Silvia Marques também se associou ao evento, tendo interpretado alguns temas do seu repertório.
















Visivelmente emocionada com a receção do público de Mortágua, que lhe embargaram quase a voz, Helena Homem de Melo falou do encontro com a Francisca, que se tornou numa grande amizade e cumplicidade. Durante a sua estadia no IPO, além do apoio dos pais e do pessoal médico, a Francisca entretinha-se a fazer desenhos. Um dia Helena Homem de Melo, médica da mesma instituição, foi chamada à Unidade de Transplante de Medula para fazer uma ecografia à Francisca. Foi nessa ocasião que descobriu o seu sorriso, a sua força interior, mas também os seus desenhos colados na parede, que irradiavam vida e afetos.
“Fiquei surpreendida com a qualidade dos desenhos, sobretudo de uma menina que estava ali doente e que na sua dor conseguia criar coisas tão coloridas”. Deste encontro casual e feliz nasceu a ideia de publicar uma história ilustrada pela Francisca, uma vez que Helena Homem de Melo também se dedica a escrever histórias. Como tinha escrito um conto de Natal no ano anterior, lançou o desafio à Francisca para o ilustrar, ao que ela aceitou, envolvendo-se em todo o processo de criação do livro, nomeadamente nas reuniões de trabalho com o designer e o responsável gráfico.


Dois anos passados e vencida a doença, o livro dá à estampa.

“Este livro é uma sinfonia de cor”, diz Helena Homem de Melo, explicando que “as crianças têm uma maneira de entender o sofrimento muito diferente das outras pessoas.
Quando estão bem e sem dor é como se nada tivessem, porque elas não têm o pensamento no futuro, vivem o seu dia a dia e são mais felizes quando estão fora da dor do que as outras pessoas (os adultos) nas mesmas circunstâncias”. Helena Homem de Melo não tem dúvidas que os desenhos também ajudaram na recuperação da Francisca. O resultado da parceria não podia ter sido melhor: “os desenhos encaixam perfeitamente na história. Foi um grande prazer trabalhar com a Francisca, que é uma criança cheia de talento. Aqui não há apenas uma associação entre quem escreve e quem ilustra, entre as palavras e as imagens, mas sobretudo uma associação de sentimentos”.

Em paralelo com a profissão de médica radiologista, Helena Homem de Melo, que nasceu perto de Viseu, também se dedica à escultura em ferro, à pintura e à escrita, sendo já a quarta obra que publica.

Na apresentação do livro, Francisca surpreendeu toda a gente com a sua expressividade, à vontade e capacidade de comunicação, comportando-se como uma verdadeira artista de palmo e meio. “Dedico o livro aos meus pais, a toda a minha família e aos profissionais do IPO que me acompanharam, médicos, enfermeiros, voluntários, auxiliares. E à Dra. Helena que me permitiu esta aventura, obrigada e um xi coração”. disse.

Venda do livro tem fins solidários

Depois de ter sido ajudada, é agora a vez da Francisca retribuir esse gesto e ajudar outras pessoas, incluindo outras crianças que estão no IPO.
Uma parte da venda do livro, 50%, destina-se a apoiar crianças do IPO do Porto, nomeadamente para comprar pincéis e telas, bem como para ajudar idosos carenciados da cidade. “Pelo facto de ter conhecido a Francisca neste contexto, achámos que fazia sentido que uma parte da venda do livro fosse para fins humanitários. E porque também nesta altura de grave crise económica, faz sentido que ajudemos as pessoas com menos posses a ter algum bem-estar, por pouco que seja”.

Pelo que foi dado ver o livro já é um sucesso de vendas em Mortágua, pois quase todos os presentes adquiriram um ou mais livros, tendo algumas pessoas confidenciado que o vão oferecer como prenda de Natal aos filhos ou netos.

No final teve lugar uma sessão de autógrafos, muito participada. O Vereador da Cultura fez a entrega de algumas lembranças aos dois convidados. À Francisca foi entregue uma caixa de lápis de cor, um bloco de folhas para desenhar e dois livros, um dos quais escrito e ilustrado por crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico do concelho, intitulado “Vamos semear uma história”. O outro livro, “Dizer com o coração”, é uma coletânea de poesia da autoria de jovens do concelho, editada com o apoio do Município.

A nossa Francisca, rodeada de tantos amigos e admiradores, sentiu-se uma verdadeira estrela, ou será melhor dizer, uma princesa!



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Bruno Sancho vence em casa e sagra-se novo Campeão Nacional de Maratona XCM, categoria Elites.2021-10-18
Ricardo Pardal tomou posse como presidente da Câmara para o mandato 2021-20252021-10-18
Marcos Históricos. Praça do Município acolheu o espetáculo “A Encruzilhada do Bussaco”. 2021-10-12
Mortágua foi palco do espetáculo comunitário “O Caldo – Contar de Ouvido”2021-10-06
Concerto comemorativo dos 125 anos da Filarmónica de Mortágua2021-09-29
Receção aos alunos da Academia Saber+. Ano letivo arrancou com cerca de 70 alunos já inscritos.2021-10-04
Passeio Noturno Encenado – “Marcos Históricos - A encruzilhada do Bussaco”2021-09-29
Joaquim Silva e Pedro Pinto foram bronze no Campeonato Nacional de Rampa 2021-09-13
Mortágua tem 4º mural evocativo das Invasões Francesas. Trabalho é da autoria da artista mortaguense Rute Gonzalez. 2021-09-08
Joaquim Silva, da equipaTavfer-Measindot-Mortágua, venceu 1ª Etapa e é Camisola Amarela do GP Jornal de Notícias 2021-09-01


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade