Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
agosto 2022


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal



 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  



Servidas 1403 refeições no Fim de Semana da Lampantana

2012-11-12
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

Município entregou diplomas aos restaurantes
que participaram na terceira edição


Em sessão realizada no passado dia 9, no Salão Nobre da Câmara Municipal, foram entregues os diplomas de participação aos 13 restaurantes que aderiram à terceira edição do Fim de Semana da Lampantana. Os responsáveis de cada restaurante receberam o diploma das mãos do Presidente da Câmara Municipal, que aproveitou o momento para felicitar os restaurantes aderentes. À semelhança de anos anteriores, este momento serviu também para fazer um balanço do evento, ouvir opiniões e trocar impressões com os responsáveis dos restaurantes acerca da forma como decorreu o evento.
O relatório final revelou que durante os quatro dias do evento (1 a 4 de novembro) foram servidas 1403 doses, tendo-se registado uma ligeira diminuição em relação ao ano transato, o que era mais ou menos expectável, tendo em conta o clima de crise e austeridade que o pais vive e que se reflete em todos os setores de atividade económica, mas de um modo especial na Restauração.
Este número, conforme explicou o Presidente da Câmara, não traduz exatamente a quantidade de refeições e consequentemente de visitantes, que terá sido bem maior. “Nós temos como base de análise o número de cupões preenchidos pelos clientes, por cada dose, mas cada dose dá em média para duas pessoas e depois há casos em que nos grupos há uma ou outra pessoa que até pode não comer Lampantana mas que vêm a Mortágua nestes dias por motivo do evento. E portanto o número de refeições associadas à Lampantana acaba por ser superior, mas só os restaurantes saberão fazer melhor essa contabilidade”.

Evento atraiu número significativo de visitantes

Lembramos que foram distribuídos cupões aos clientes, por cada dose. Através do seu preenchimento é possível avaliar as doses vendidas, a origem dos clientes e a sua opinião quanto à ementa e ao serviço do restaurante. Embora a maioria dos restaurantes tenha sentido uma redução nas doses vendidas, houve no entanto restaurantes que registaram uma maior adesão de clientes do que na edição anterior, quer de residentes do concelho quer de visitantes de fora do concelho.
Quanto à origem dos clientes, 61% dos clientes que preencheram os cupões eram residentes no concelho e 39% provenientes de outros concelhos. Constata-se que, apesar da diminuição das doses vendidas, a percentagem de clientes de fora do concelho é significativa face aos clientes residentes no concelho. São clientes oriundos de uma grande dispersão geográfica, dos distritos de Viseu, Coimbra, Aveiro, Leiria, mas também doutros pontos mais distantes, nomeadamente clientes que estão de passagem e utilizam o IP3 e as estradas nacionais, e aproveitam o evento para saborear este prato tradicional do concelho.
Para a presença de um tão significativo número de visitantes, contribuiu, sem dúvida, a ampla divulgação do evento, a nível local, regional e nacional, tendo sido utilizados diversos suportes informativos, como outdoors, desdobráveis, cartazes, e sobretudo as novas tecnologias, como site e newsletter do município, mensagem via telemóvel, correio eletrónico e Facebook. É de referir que alguns visitantes disseram que tiveram conhecimento do evento através da Televisão, nomeadamente na RTP1 e SIC Noticias, ou dos Jornais e da Rádio. Alguns restaurantes fizeram também a sua própria divulgação.
Relativamente à ementa e aos restaurantes, a análise dos cupões permite concluir que a avaliação em geral é maioritariamente “excelente e boa”.

Foram também distribuídos pelos clientes folhetos promocionais do concelho com diversas rotas a visitar, de carro ou a pé, (Rota de Mortágua, Rota da Irmânia, Rota da Aguieira, Rota do Xisto), promovendo, assim, junto do visitante, alguns pontos turísticos do concelho.


Balanço do evento é positivo... apesar da crise e da austeridade

Apesar do aumento do IVA para 23% os restaurantes mantiveram o preço do ano transato, 10 euros por dose. O facto do Município ter oferecido o vinho que acompanhou a Lampantana, segundo os responsáveis dos restaurantes, permitiu anular esse efeito do aumento do IVA, beneficiando com isso o cliente.
“Teria sido muito melhor se não fosse esta crise, porque há muita gente desempregada e menos dinheiro, as pessoas retraem-se, saem menos de casa”, reconhece Manuel Martins, do Restaurante Aldeia Sol.
“Antes as pessoas olhavam primeiro para o lado esquerdo da ementa para ver o prato, agora olham primeiro para o lado direito para ver o preço”, referiu-nos Juvenal Teixeira, do Restaurante O Nosso Lar. Apesar de considerar que o preço da dose é até muito acessível, refere: "o que afeta a vida das pessoas afeta também os restaurantes”.
Na sessão, o Presidente da Câmara referiu-se também às dificuldades que o setor está a atravessar e mostrou-se solidário com as reivindicações dos proprietários dos restaurantes, nomeadamente quanto à questão do IVA, que está a levar ao encerramento de muitos estabelecimentos. Nesse sentido, informou que, à semelhança do que aconteceu em 2012, irá propor o congelamento de impostos e taxas municipais no Orçamento Municipal para 2013, que está a ser elaborado, sendo uma forma de ajudar o setor nesta conjuntura particularmente difícil.
O Presidente da Câmara deixou ainda o desafio aos restaurantes para que pensem noutras ideias a nível da gastronomia que possam ser desenvolvidas noutras épocas do ano, manifestando a disponibilidade do Município para colaborar.


Em jeito de conclusão, o III Fim de Semana da Lampantana teve uma avaliação positiva, apesar da conjuntura económica negativa que vivemos. Partindo da auscultação dos restaurantes aderentes, é opinião geral que este evento atrai um maior número de clientes ao concelho.
Para além de promover o património gastronómico local, esta iniciativa dinamiza a economia local, beneficiando não só diretamente os restaurantes mas também, de forma indireta, outros agentes económicos locais.

No final da sessão procedeu-se ao sorteio do prémio do Fim de Semana da Lampantana, sorteado entre os cupões distribuídos aos clientes. O vencedor foi André Nogueira, da localidade de Vimieiro, Santa Comba Dão, que vai receber uma caixa de vinho da série especial “Lampantana”.



Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir

  Outras notícias
Município agradece a todos os que participaram e colaboraram na Mortágua Viva`20222022-08-17
Tavfer-Mortágua-Ovos Matinados brilhou na Volta a Portugal 2022-08-16
Abertura oficial da “Mortágua Viva”2022-08-10
João Matias bisa e dá segunda vitória àTavfer-Mortágua-Ovos Matinados na Volta a Portugal2022-08-08
“Mortágua Viva”: dias de festa que marcam o ritmo do concelho2022-08-04
Município de Mortágua aderiu a programa que capacita trabalhadores do setor do turismo2022-06-17
Município entregou jogo didático sobre as “Invasões Francesas” a alunos do Agrupamento de Escolas 2022-06-03
Assinado protocolo de adesão da Marmeleira à Rede “Aldeias de Portugal”2022-05-31
Apresentação Oficial do Rali de Mortágua. “Mortágua Arena” promete ser a grande atração da edição deste ano. 2022-04-22
Município promoveu Turismo Inclusivo na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2022-03-23


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site | Política de Privacidade