Bem vindo ao ao www.cm-mortagua.pt


Mensagem do
Presidente


 Menu

 


 Agenda Municipal

 

Edição de
julho de 2017


Versão em PDF


Acompanhe o Município
de Mortágua no Facebook

 


 

Conheça as novidades do Mercado Municipal


 Newsletter
Deseja receber notícias de Mortágua no seu endereço de e-mail?

Subscreva a nossa newsletter.

Clique aqui para se inscrever.


Notícia
Índice >  

Partilhar   

17º Grande Prémio de Ciclismo de Mortágua contou com a presença de 18 equipas (Profissionais e de Clube)

2017-04-27
Fonte: Câmara Municipal de Mortágua

O dia simbólico de 25 de abril foi a data escolhida para a realização do 17º Grande Prémio de Ciclismo de Mortágua, segunda prova do calendário da Taça de Portugal Elites e Sub-23. A prova, organizada pelo Velo Clube do Centro, e com o apoio do Município de Mortágua, contou com a presença de 146 corredores, em representação de 18 equipas, sendo 13 portuguesas e 5 espanholas.

A prova, um circuito de três voltas, numa extensão total de 144 km, teve partida e final na Avª dos Bombeiros, percorrendo estradas das localidades de Mortágua, Vale de Açores, Cortegaça, Marmeleira, Vale de Remígio, Monte Lobos, Ribeira, Vila Boa, Macieira, Gândara, Felgueira (contagem de Montanha), Vila Moinhos, Vila Nova e Barril.

A prova ficou marcada por várias descolagens do pelotão, primeiro um trio, depois um sexteto, que na parte final voltou a ser um trio, composto por António Barbio, Joaquim Silva e David Rodrigues. Na última volta estes dois ciclistas deixaram António Barbio para trás e correram isolados em direção a Mortágua, com David Rodrigues a ser mais forte no sprint final junto à meta. O pelotão, que chegou a ter um atraso de quase cinco minutos em relação ao grupo de fugitivos, recuperou na parte final, e terminou com cinco segundos de diferença em relação ao duo da frente. Na equipa da casa, Miranda/Mortágua, Jorge Magalhães foi o melhor atleta, em 8º lugar, seguido de Gonçalo Carvalho, em 13º da geral. Gonçalo Carvalho foi o 2º melhor atleta Sub-23 em prova e 3º na Juventude. Francisco Campos, que chegou a andar uma boa parte da prova no sexteto fugitivo, triunfou nas Metas Volantes.

É de registar a presença de numeroso público que acompanhou, com entusiasmo e apoio, todos os atletas, e os mortaguenses a incentivarem em especial os atletas da equipa da casa, Miranda/Mortágua.

No final decorreu a cerimónia de imposição das camisolas (Amarela, Verde, Azul, Laranja, Branca) e de entrega dos troféus. O Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, os Vereadores Paulo Oliveira, Emília Matos, o Médico da prova, Acácio Fonseca, e vários patrocinadores locais, foram chamados ao pódio para proceder à entrega das camisolas e respetivos troféus, aos três primeiros classificados da geral individual e das restantes categorias ( Prémio da Montanha, Prémio Metas Volantes, Prémio Juventude e Prémio melhor atleta Sub-23). Coube ao presidente da Câmara Municipal entregar a Camisola Amarela, patrocinada pelo Município de Mortágua, símbolo do vencedor da prova.

A equipa W52-FCPorto subiu ao pódio como melhor conjunto em prova. Por equipas, a Miranda/Mortágua foi a 6º melhor classificada da geral, sendo a 2ª melhor entre as equipas de Clube.

O Prémio de Ciclismo de Mortágua decorria habitualmente no mês de agosto, integrado no programa da Festa da Juventude/Feira das Associações, tendo este ano sido antecipado para Abril. Esta alteração deve-se ao facto da prova de Mortágua coincidir com o final da Volta a Portugal, o que na prática inviabilizaria a presença das equipas profissionais e a possibilidade de ter uma prova mais competitiva. A data alternativa permite assim que a prova continue a fazer parte da Taça de Portugal.

O Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, que acompanhou o desenrolar da prova, referiu que o Prémio de Ciclismo de Mortágua é uma prova bem organizada, que dá todas as garantias, sendo uma prova já consolidada e uma das melhores clássicas que se realizam em Portugal.

O Presidente da Câmara Municipal, Júlio Norte, referiu que a prova constituiu um enorme êxito. “Tivemos aqui as melhores equipas nacionais, além das equipas espanholas, um grande pelotão de profissionais, e assistimos a uma prova muito competitiva até ao fim, com muito público a assistir, o que nos deixa ainda mais satisfeitos. Mais uma vez o Pedro Silva e a sua equipa estão de parabéns, porque demonstraram todo o seu profissionalismo e capacidade organizativa, e isso explica que já vá na sua 17ª edição e nos últimos anos esteja integrada no calendário da Taça de Portugal”.

Quanto à nova data da prova, refere: “Pensamos que é uma data muito interessante, com um grande simbolismo, e portanto, foi também uma excelente forma de comemorar Abril. Na véspera tivemos o momento alto das comemorações, hoje esta festa do desporto, acho que não podia ter sido melhor”.

 


Direitos de autor reservados
ImprimirImprimir Envie este artigo a um amigoEnvie este artigo a um amigo

  Outras notícias
Lançamento do livro “Janelas Imperfeitas”, de Zília Gonçalves2017-07-17
Idosos do concelho viveram dia de alegria na Quinta da Malafaia2017-07-14
Câmara Municipal aprovou projeto de Requalificação dos Paços do Concelho2017-07-07
Férias Ativas proporcionam atividades lúdico-desportivas a 200 crianças e jovens2017-07-07
Marchas Populares encheram a Praça do Município de cor e alegria2017-07-03
Academia Saber+ encerrou ano letivo com Caminhada e Almoço-Convívio2017-06-20
Passeio Literário “No Trilho de Tomaz da Fonseca”2017-06-07
Percurso Pedestre entre a Ponte do Barril e o Parque Verde. Obra em fase adiantada de execução. 2017-05-19
Semana da Leitura promoveu o “Prazer de Ler”, numa organização do Município e Agrupamento de Escolas2017-04-06
Concerto de Natal constituiu ponto alto da celebração da quadra natalícia2016-12-28


Início | Município | Notícias | Eventos | Turismo | Contactos | Mapa do Site